Barra do Garças – MT – 25 de julho de 2024
Barra do Garças – MT – 25 de julho de 2024

Policial civil mato-grossense participa de curso em geointeligência no DF


Investigadora da Polícia Civil de Mato Grosso, lotada no Núcleo de Inteligência da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), participa de capacitação ministrada pela Escola Superior de Inteligência Militar do Exército Brasileiro (ESIMEX).

O curso de Geointeligência realizado em Brasília (DF), entre os dias 3 a 28 de junho, reuniu Oficiais das Nações Amigas (ONA), Forças Auxiliares e integrantes do Sistema Brasileiro de Inteligência (SISBIN).

A investigadora da Dema é a primeira servidora da Polícia Civil mato-grossense a ser capacitada pela ESIMEX no Curso de Geointeligência, que contou com o apoio da Polícia Civil, por meio da Diretoria de Atividades Especiais (DAE), Acadepol, Diretoria de Execução Estratégica e do Exército Brasileiro.

A capacitação para habilitar os profissionais para desempenhar funções que exijam o emprego de ferramentas de Geointeligência, no processamento digital e análise de imagens o conhecimento destina-se em apoio às atividades de análise e operações de inteligência, e tem a finalidade de subsidiar a tomada de decisão do órgão de origem e da autoridade destinatária, objetivando auxiliar a integração de dados e produção do conhecimento de inteligência.

Participaram 16 alunos, sendo a investigadora da Polícia Civil de Mato Grosso, policiais militares dos Estados do Rio de Janeiro, Roraima, Distrito Federal, bombeiro militar do Distrito Federal, agentes Polícia Rodoviária Federal, Detran-DF, COAF, FUNAI, Receita Federal, MAPA, Ministério do Trabalho e Emprego, Ministério Público do Trabalho e militares das Forças Armadas do Exército de Portugal e do Paraguai.

Conforme a delegada titular da Dema, Liliane Murata, este curso veio como uma cortesia ao Núcleo de Inteligência da DEMA, por meio da parceria existente entre o Exército Brasileiro e a Dema, e que esta técnica faz parte do trabalho de análise e operações de inteligência diária realizada pelos policiais civis membros da Unidade de Inteligência da delegacia.

“Há dois anos estávamos aguardando essa oportunidade, pois, hoje dentro da instituição a DEMA é uma unidade que faz uso dessa técnica diariamente e uso da ferramenta de Geo no trabalho cotidiano aliado a outras ferramentas da atividade policial e ambiental, que é um trabalho complexo, e necessita de técnica especializada e capacitação para dominar a ferramenta e realizar por meio das imagens um bom trabalho de análise de inteligência, proveniente da exploração e análise de imagens e informações geográficas com a finalidade de definir, avaliar e representar, de forma georreferenciada, tanto as características físicas quanto as atividades que ocorrem na superfície terrestre, auxiliando a autoridade policial na tomada de decisão, objetivando nesse caso em especifico o fortalecimento da nossa unidade de inteligência para o enfrentamento aos ilícitos ambientais, e consequentemente estamos habilitados com conhecimento especifico, sendo capaz também de multiplicar o conhecimento agregado, pois, desde o início desta gestão estamos buscando capacitar e especializar os policiais da Dema, como um todo cada um em sua área de atuação interna, sejam eles membros de gabinetes, cartórios, inteligência e de operações, almejando uma só finalidade que é: O enfrentamento à aqueles que praticam o crime ambiental no Estado de Mato Grosso”, pontuou Liliane Murata.

Fonte: Policia Civil MT – MT





Lapada Lapada

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!