Barra do Garças – MT – 24 de maio de 2024
Barra do Garças – MT – 24 de maio de 2024

Jéssica Lima é prata no 1º dia do Grand Slam de Judô, na Turquia


A brasileira Jéssica Lima garantiu a prata para o país, no primeiro dia do Grand Slam de Antalya (Turquia), que distribui até mil pontos no ranking olímpico classificatório para os Jogos de Paris.  Nesta sexta-feira (29), a luta final dos 57 quilos contra a japonesa Christa Deguchi, atual campeã mundial na categoria, foi uma reedição do Grand Slam de Tóquio, há quatro meses – na ocasião também foi superada pela asiática, ficando com a prata. O segundo lugar no pódio hoje, garantiu à Jéssica 700 pontos no ranking, cuja totalização de pontos termina em junho. A competição vai até domingo (31) e tem transmissão ao vivo online (on streaming) na JudoTV e no Canal Olímpico do Brasil.

A competição reúne quase 650 atletas de 93 países. O Brasil conta com 21 judocas em Antalya, sendo 11 mulheres e 10 homens.

“Queria agradecer a todos os brasileiros pela torcida no dia de hoje. Senti a energia daqui. Estou feliz com meu desempenho de hoje, mas não satisfeita. Foi minha segunda final em Grand Slam e acredito que estou no caminho certo para conquistar futuros ouros”, disse a paulista, em depoimento à Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Jéssica Lima é a atual número 11 do mundo nos 57 kg e compete diretamente com a carioca Rafaela Silva, campeã olímpica e mundial, pela vaga em Paris 2024.   

Antes de chegar à disputa final pelo ouro, Jéssica estreou em grande estilo no Grand Slam de Antalya: venceu por ippon a panamenha Kristine Jimenez. Depois, nas oitavas, eliminou a ítalo-brasileira Thauany Capani Dias., punida por projetar-se ao solo de cabeça.

Na luta seguinte, contra a alemã Seija Ballhaus, a paulista fazia uma luta equilibrada, até que a arbitragem anotou um waza-ari a favor da alemã. No entanto, o golpe foi revisado em vídeo, e Ballhaus foi desclassifica por toque de sua cabeça no chão ao desferir o waza-ari. Na semifinal, Jéssica bateu a chinesa Qi Cai logo waza-ari, garantindo presença na final dos 57 kg.

Já campeã olímpica Rafaela Silva, parou logo na estreia dos 57 kg . A carioca foi eliminada ao ser imobilizada com um ippon pela croata Tihea Topovolec.

Outros resultados

Na categoria dos 48 kg, a paranaense Natasha Ferreira chegou a lutar pela medalha de bronze, mas foi superada pela mongol Narantsetseg Ganbaatar, terminando a competição na quinta posição, seu melhor resultado na temporada.  Com os 360 pontos conquistados hoje, Natasha está próxima da vaga direta em Paris. A previsão é de que o ranking seja atualizado após o encerramento do Grand Slam da Antalya, com a inclusão das pontuações deste fim de semana.

Também nos 48 kg, Amanda Lima deu adeus à disputa individual ao perder a estreia contra a turca Merve Azak.

Já nos 52 kg, a carioca Jéssica Pereira venceu com ippon a estreia contra a sul-coreana Yerin Yung. Já na luta seguinte, travou batalha acirrada contra a britânica Chelsie Giles. Após sair em desvantagem ao levar um waza-ari, a brasileira chegou a empatar aluta ao imobilizar a adversária com um ippon. No entanto, o lance foi revisado em vídeo pela arbitragem, e o ponto foi retirado. Na sequência, a britânica aplicou um outro waza-ari e derrotou a brasileira.

Agenda

Preliminares – a partir das 3h30 (horário de Brasília) 

Finais — 11h 

Sábado (30)

Michael Marcelino (-73kg), Vinicius Ardina (-73kg), Guilherme Schimidt (-81kg), Pedro Medeiros (-81kg), Ketleyn Quadros (-63kg), Nauana Silva (-63kg), Kaillany Cardoso (-70kg) e Luana Carvalho (-70kg).

Domingo (31)

Marcelo Gomes (-90kg), Rafael Macedo (-90kg), Leonardo Gonçalves (-100kg), Rafael Buzacarini (-100kg), Rafael Silva (+100kg) e Beatriz Souza (+78kg).





Agencia Brasil

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!