Barra do Garças – MT – 22 de maio de 2024
Barra do Garças – MT – 22 de maio de 2024

Foguete da SpaceX decola com sucesso, mas se “perde” na volta



A SpaceX realizou nesta quinta-feira (14), a partir de Boca Chica (Texas), o terceiro voo de teste da Starship – maior e mais potente espaçonave e foguete espacial do mundo – depois de duas tentativas fracassadas em abril e novembro de 2023, que terminaram em explosões.

A empresa confirmou a “perda” da espaçonave logo após a reentrada na atmosfera da Terra e antes de atingir as águas do Oceano Índico, mas o teste foi descrito como um “enorme sucesso” durante a transmissão ao vivo.

Após a decolagem bem-sucedida, que ocorreu por volta das 8h25 (horário local, 10h25 em Brasília), de uma plataforma na Base Estelar da SpaceX, os dois estágios do foguete espacial se separaram com sucesso, embora o primeiro, chamado Super Heavy, não tenha concluído seu retorno bem-sucedido à Terra.

A Starship continuou com sucesso sua jornada planejada de quase uma órbita ao redor do planeta, durante a qual viajou a uma altitude de cerca de 160 quilômetros e a uma velocidade de mais de 26.000 km/h.

Ao longo de mais de uma hora de voo, um tempo consideravelmente maior em comparação com os testes anteriores, a Starship conseguiu abrir e fechar as portas da espaçonave e transferir combustível de um tanque para outro, parte dos testes planejados para hoje.

Ao descer e reentrar na atmosfera da Terra, a espaçonave teve tempo de transmitir algumas imagens ao vivo impressionantes do planeta, após o que, como esperado, a comunicação foi cortada.

Momentos depois, os controladores da missão confirmaram que haviam “perdido” a espaçonave durante sua descida a mais de 25.000 km/h.

Embora a Starship não tenha resistido às condições adversas durante sua reentrada, o teste atingiu vários de seus objetivos. Elon Musk, proprietário da SpaceX, disse que mais testes estão planejados ainda para este ano.

A ideia com esses testes é preparar o terreno para o retorno dos Estados Unidos à Lua, previsto para 2026, e acelerar o caminho para Marte.

A SpaceX, que descreveu os dois lançamentos anteriores como bem-sucedidos apesar dos contratempos, precisou da aprovação da Administração Federal de Aviação (FAA) do governo para a tentativa de hoje.

A FAA informou na quarta-feira que a SpaceX “atendeu a todos os requisitos de segurança, meio ambiente, política e responsabilidade financeira”.

Em abril do ano passado, os dois estágios da Starship não conseguiram se separar e os controladores da missão ativaram um sistema de emergência que explodiu intencionalmente o foguete espacial cerca de quatro minutos após o lançamento.

O segundo teste, que também terminou com uma explosão, no entanto, foi mais bem-sucedido, com os dois estágios se separando e a SpaceX “atingindo uma série de objetivos importantes e fornecendo dados inestimáveis para continuar a desenvolver rapidamente a Starship”, disse a empresa.



FONTE: GAZETA DO POVO

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!