Barra do Garças – MT – 19 de abril de 2024
Barra do Garças – MT – 19 de abril de 2024

Criminoso que roubou motoristas e cargas de gado é preso pela Polícia Civil em Várzea Grande


Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande prenderam nesta quarta-feira (31.01) um criminoso procurado por crimes patrimoniais ocorridos em Nossa Senhora do Livramento e em Várzea Grande.

K.A.O., 22 anos, estava com a prisão preventiva decretada pela 2a Vara Criminal de Várzea Grande por roubos majorados ocorridos no ano passado. Outro investigado, O.P.R. foi preso pela Derf anteriormente.

Os roubos

Em abril e maio de 2023, três criminosos abordaram dois motoristas, que conduziam caminhões com bois para fazendas de Várzea Grande e Nossa Senhora do Livramento e a um frigorífico, e anunciaram o assalto levando a carga.

As vítimas relataram à polícia que avistaram um VW/Nivus dando apoio à ação criminosa e a partir dessa informação, a equipe da Derf de Várzea Grande realizou diligências para localizar o veículo. Em maio de 2023, o mesmo veículo foi abordado na cidade de Poconé com três ocupantes e com eles localizada uma arma de fogo de uso restrito, quando o trio foi detido em flagrante.

Na delegacia em Várzea Grande, as vítimas fizeram o reconhecimento fotográfico dos três suspeitos como os autores do roubo aos caminhões de gado e o veículo em que estava o trio como o mesmo carro que deu apoio aos roubos. A proprietária do veículo e mãe de um dos suspeitos, O.P.R., confirmou ter emprestado o automóvel ao filho nas datas em que ocorreram os roubos.

Diante das informações coletadas na investigação dos roubos aos caminhões, que demonstrou indícios de autoria e a materialidade delitiva, a Polícia Civil representou pelas prisões preventivas dos três.

Em um dos roubos, a carga e o caminhão não foram localizados, causando prejuízo expressivo à vítima. “Além da ação grave, com emprego de arma de fogo e ameaça, ainda houve a audácia dos investigados, que não tiveram a preocupação de cobrirem os rostos ou impedirem que as vítimas vissem a placa do carro que deu apoio ao delito, acreditando assim, na impunidade”, diz trecho da representação policial.

Fonte: Policia Civil MT – MT




rewrite this content and keep HTML tags

Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande prenderam nesta quarta-feira (31.01) um criminoso procurado por crimes patrimoniais ocorridos em Nossa Senhora do Livramento e em Várzea Grande.

K.A.O., 22 anos, estava com a prisão preventiva decretada pela 2a Vara Criminal de Várzea Grande por roubos majorados ocorridos no ano passado. Outro investigado, O.P.R. foi preso pela Derf anteriormente.

Os roubos

Em abril e maio de 2023, três criminosos abordaram dois motoristas, que conduziam caminhões com bois para fazendas de Várzea Grande e Nossa Senhora do Livramento e a um frigorífico, e anunciaram o assalto levando a carga.

As vítimas relataram à polícia que avistaram um VW/Nivus dando apoio à ação criminosa e a partir dessa informação, a equipe da Derf de Várzea Grande realizou diligências para localizar o veículo. Em maio de 2023, o mesmo veículo foi abordado na cidade de Poconé com três ocupantes e com eles localizada uma arma de fogo de uso restrito, quando o trio foi detido em flagrante.

Na delegacia em Várzea Grande, as vítimas fizeram o reconhecimento fotográfico dos três suspeitos como os autores do roubo aos caminhões de gado e o veículo em que estava o trio como o mesmo carro que deu apoio aos roubos. A proprietária do veículo e mãe de um dos suspeitos, O.P.R., confirmou ter emprestado o automóvel ao filho nas datas em que ocorreram os roubos.

Diante das informações coletadas na investigação dos roubos aos caminhões, que demonstrou indícios de autoria e a materialidade delitiva, a Polícia Civil representou pelas prisões preventivas dos três.

Em um dos roubos, a carga e o caminhão não foram localizados, causando prejuízo expressivo à vítima. “Além da ação grave, com emprego de arma de fogo e ameaça, ainda houve a audácia dos investigados, que não tiveram a preocupação de cobrirem os rostos ou impedirem que as vítimas vissem a placa do carro que deu apoio ao delito, acreditando assim, na impunidade”, diz trecho da representação policial.

Fonte: Policia Civil MT – MT



Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!