Barra do Garças – MT – 24 de maio de 2024
Barra do Garças – MT – 24 de maio de 2024

Youtuber causa polêmica ao reformar imóvel alugado e colocar jacuzzi em cobertura: ‘Sem noção’


Dora Figueiredo afirmou que valor do aluguel aumentou e precisou sair do apartamento: ‘Um dos maiores desperdícios de dinheiro da minha vida’

Reprodução/Instagram/@dorafigueiredoDora Figueiredo
Dora Figueiredo é youtuber e influenciadora digital

A criadora de vídeos Dora Figueiredo tem causado polêmica nas redes sociais. Nesta semana, a influenciadora contou a história do apartamento que alugou durante a pandemia. Segundo ela, foi feito uma reforma no imóvel para que ela fosse morar e se sentisse cofortável com o espaço. Posteriormente, Dora tinha a intenção de comprar o apartamento oficialmente, no entanto, ela se queixou do valor que está sendo cobrado pelos proprietários após as reformas feitas por ela. “Achei que esse apartamento seria a realização de um sonho. Nem tudo que é bonito na internet é bonito na vida real. Aluguei esse apartamento com a intenção de comprar e reformei ele todo. No final deu tudo errado. Eu estava animada, eu sentia que eu precisava realizar meus sonhos. O que era para ser um sonho virou um pesadelo e um dos maiores desperdícios de dinheiro da minha vida”, disse Figueiredo. “Resolveram aumentar absurdamente o valor, sendo que uma das coisas que realmente valorizou foi a obra que eu custeei. Ficou pesado para mim, não tenho dinheiro para isso e vou ter que me mudar. Não faria sentido eu pagar a obra duas vezes, né?”, pontuou.

Dora Figueiredo ainda confirmou que instalou uma banheira de hidromassagem, citada como ‘jacuzzi’, no local em que morava e recebeu uma notificação judicial do condomínio. “O motivo do meu colapso mesmo foi a piscina lá em cima. Eu queria ter uma jacuzzi, perguntei se dava e [os arquitetos] me disseram que sim, fizeram todo um projeto elétrico, comprei a piscininha. Usei e recebi uma notificação judicial dizendo que eu não poderia ter aquela piscina, que eu poderia causar problemas na estrutura do prédio, Coisa que eu acho que deveria ter sido falada para mim e não foi, né? Eu não sou profissional do ramo, não tinha como saber. Resolvi me impor e falar que não estava satisfeita com o serviço”, contou. A arquiteta responsável pelo projeto se pronunciou nas redes sociais sobre problemas com clientes, mas não citou nomes. “Tenho quase 20 anos como arquiteta, mais de mil projetos realizados. É difícil agradar todo mundo, de vez em quando aparece gente insatifesita, mas é uma minoria. Toda história tem dois lados, acho importante ouvir os dois lados. Tem clientes que vivem uma adolescência tardia, querem atenção. Se está insatisfeito, pode seguir com outro profissional, isso quando a cliente faz o pagamento”, disse Patrícia Pomerantzeff.

Perfis nas redes sociais questionaram Dora pela atitude de reformar um imóvel que não pertencia a ela e supostamente colocar a vida de outros moradores em risco para instalar a piscina. “Colocar uma Jacuzzi na cobertura sem consultar o regimento do condomínio e sem notificar sobre a obra foi de uma irresponsabilidade ímpar”, pontuou uma usuária. “Por isso eu tenho medo de morar em prédio. Sempre tem um sem noção capaz de derrubar uma coluna estrutural sem avisar a ninguém”, escreveu outra. “reformar um apartamento alugado é um nível de burrice que nunca na vida eu achei que alguém poderia atingir. Parabéns, Dora, você sempre nos surpreendendo”, pontuou um internauta.

D









Jovem Pan

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!