Barra do Garças – MT – 21 de fevereiro de 2024
Barra do Garças – MT – 21 de fevereiro de 2024

Duda Reis desabafa sobre críticas e dá dicas para quem quer ser influenciador: ‘Tenha terapia em dia’


Em entrevista ao Mulheres Positivas, atriz contou que começou a usar as redes sociais aos 15 anos

Reprodução/Jovem Pan NewsDuda Reis
Duda Reis foi a convidada do programa Mulheres Positivas

Nesta semana, o programa Mulheres Positivas recebeu a empresária Duda Reis. Em entrevista à Fabi Saad, ela contou sobre o início de sua trajetória na internet. “É uma história curiosa, acho que tem coisa que tem que acontecer na nossa vida mesmo. Até os 15 anos eu não tinha nenhuma rede social, só o Whatsapp mesmo, para fazer as coisas da escola. Sou do interior do Rio de Janeiro, de Volta Redonda. Quando fui fazer 15 anos, fiz uma festa grande, naquela fase de hashtag com iniciais. Queria que todos postassem minha festa, pedi para criar um Instagram”, detalhou. “Comecei a postar o backstage da minha festa e na primeira semana eu já tinha mais de 20 mil seguidores. Comecei a postar também minha vida e a escola, fui crescendo e com 16 anos eu já tinha mais de um milhão. Fiz teatro e cinema, me mudei para o Rio e comecei a morar sozinha. Sempre fui bem corajosa, gosto de testar coisas novas e me ver em várias versões”, relembrou.

Para Duda Reis, o diferencial de seu trabalho não está nos números. Ela conta que se policia para não se afetar com críticos e deu dicas para quem deseja também se tornar influenciador digital. “As pessoas falam coisas muito pesadas. É normal, todo ser humano é feito de gatilhos e memoria afetiva. É estar realmente com a terapia em dia. Tenha uma terapeuta, de resto, só vai”, disse. “Eu nunca tive o sonho de ser influenciadora, era o sonho de tocar as pessoas pelo meu propósito. Seja na arte, com um personagem, meu corpo é um instrumento para passar as mensagens; seja na internet, com um vídeo ou mensagem, encorajando uma mulher. Eu tenho um propósito. As pessoas só querem números, mas acho que o número é a consequência de um bom trabalho”, aconselhou.

Além de trabalhos em filmes e teatros, Duda se aventura como empresária. Ela contou com exclusividade que nos próximos dias  irá lançar uma marca de produtos de beleza que vem sendo trabalhada há um longo período. “Eu não poderia fazer qualquer coisa, entregar abaixo da média, eu me cobro. Foi muito tempo testando embalagem e fórmula. Acho que vai entregar bastante e superar expectativas”, revelou. “Eu consigo me dividir em duas pessoas. Antes da entrevista eu estava brincando, mas agora eu estou sendo a Duda Reis. Consigo apertar um botão, viro a Duda Reis muito rápido. Ela tem um pouco de mim, mas eu não sou 100% ela. As pessoas não estão te contratando como pessoa, mas como um produto. Eu negociava muita coisa para mim, fui entendendo que as pessoas queriam se relacionar com o produto”, disse.

Suas próximas produções são um filme de terror e uma filme de investigação policial, que será gravado no Rio de Janeiro, em breve. Porém, Duda Reis conta que foi difícil fazer com que seus pais acreditassem no seu desejo de ser artista. “Não sou uma pessoa cômoda, não fico feliz com a rotina. Desde pequena eu falava para os meus pais, dizia que não ia ser médica, iria ser artista. Não acreditavam, foi um processo para acreditarem. Peguei umas peças de teatro super importantes no Rio, Nelson Rodrigues. Não tinha vergonha, eu adorava”, afirmou. “Sentia que eu me transformava, cada dia era melhor que o outro, me sentia mais à vontade. Eu sempre fui bagunceira, super agitada. Tinha facilidade, para falar a verdade eu não estudava muito. Prestava atenção e ia bem. Sempre fui do esporte, era essa pessoa na classe. Fiz Malhação também, uma grávida de 17 anos. Antes da Malhação eu já estava com 4 milhões de seguidores”, concluiu.

Confira na íntegra a entrevista com Duda Reis:









Jovem Pan

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!