Barra do Garças – MT – 21 de fevereiro de 2024
Barra do Garças – MT – 21 de fevereiro de 2024

Deputada diz que ainda falta diálogo entre Emanuel e o MDB



Mesmo com a participação do deputado federal Emanuelzinho (MDB) na executiva estadual do MDB em Mato Grosso, a deputada estadual Janaina Riva (MDB) admite que a relação da cúpula estadual com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) continua delicada e o racha ainda não foi superado.

Apesar da parlamentar entender que, a participação do filho do prefeito na direção, é uma sinalização para um possível diálogo para a escolha da nova direção partidária na capital. Segundo ela, a articulação de Emanuel em Brasília gerou uma indefinição e medo de uma possível intervenção da cúpula nacional no Estado, já que Emanuel defendia de início uma renovação na presidência, chegando a defender o nome do deputado federal Juarez Costa (MDB).

Esse teria sido um dos motivos que fizeram Janaina cogitar deixar a legenda, mas que, com a confirmação do presidente em não intervir no Estado, tudo se resolveu. “O que atrapalhou um pouco foram às especulações, muita mentira, muita fake news de que o nacional interviria aqui, que o presidente Baleia Rossi não iria aceitar nossas eleições”, afirmou, revelando que foi muitas vezes à Brasília para conversar com o presidente nacional.

“[Ele disse que] Não, o partido nunca fez isso, não fez no Brasil inteiro, não vai fazer isso em Mato Grosso, mas vocês têm que tentar conversar e se entender. E a gente chamou várias vezes para sentar e a gente teve dificuldade aqui”, completou.

Janaina afirma que após várias tentativas, Baleia Rossi liberou o grupo para construir a chapa, já que teriam feito a parte de buscar diálogo com Emanuel Pinheiro, que demonstrava falta de interesse. “E agora na reta final, o Juarez veio para composição e veio forte, como vice-presidente do partido, e depois o Emanuelzinho se aproximou também do partido. E o partido recebeu, respeitando aqueles que já estavam acomodados dentro da sigla”, justificou.

Disputa por Cuiabá

Apesar da participação de Emanuelzinho dentro da executiva estadual, ainda não há consenso em Cuiabá, onde Emanuel Pinheiro defende ter o poder de escolha do presidente municipal da sigla, enquanto Janaina Riva quer ter o poder de escolha.

Emanuel Pinheiro defende a manutenção do advogado Francisco Faiad como presidente. Já Janaina Riva defende outros nomes, como do atual presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), Rafael Bastos, homem de confiança de Carlos Bezerra.



jornaldematogrosso

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!