Barra do Garças – MT – 19 de maio de 2024
Barra do Garças – MT – 19 de maio de 2024

Larissa Manoela fala sobre afastamento dos pais e decisão de abrir mão de patrimônio


Atriz de 22 anos relatou como era o controle financeiro feito por seus pais, Silvana e Gilberto, e expôs que só era dona de 2% da empresa que administrava seus bens

Reprodução/Instagram/larissamanoelaLarissa Manoela
Larissa expôs detalhes sobre a relação com seus pais e a decisão de administrar sua própria carreira

A atriz Larissa Manoela, 22, revelou detalhes sobre o afastamento com seus pais, Gilberto e Silvana, e sobre a decisão de abrir mão de todo seu patrimônio para poder ter o controle de seu dinheiro. Em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, neste domingo, 13, a atriz revelou que as divergências com seus pais começaram quando ela fez 18 anos e começou a ter interesse pelos negócios que a envolviam. Mesmo depois da maioridade, Larissa disse não saber quanto ganhava e começou a questionar seus pais. “Eu só queria entender o negócio. Como estava a questão financeira, que nunca me era apresentada? Que eu não sabia o que eu recebia, o que estava sendo pago”, relatou a atriz. A mãe da artista, Silvana, por sua vez, reclamou das cobranças: “Quer me chamar de mercenária, pode chamar. Mas o que eu não vou abrir mão de um centavo é cuidar do seu dinheiro. O resto, você pode fazer aquilo que você quer”, diz áudio divulgado pela atriz.

Larissa conta que recebia uma mesada de seus pais e que para qualquer tipo de pagamento, “tinha que pedir autorização”. Em uma mensagem divulgada, a atriz pede R$ 10 para pagar um milho na praia, mas a mãe faz a transferência direto para o Pix do vendedor. Outro ponto revelado pela artista é sobre as três empresas das quais é sócia. A primeira, chamada Dalari, foi fundada em outubro de 2014, quando Larissa tinha 13 anos, com o objetivo de administrar a carreira da estrela. Nela, está concentrada a maior parte do patrimônio adquirido pela atriz. No entanto, Larissa descobriu que era sócia de apenas 2% da empresa, enquanto seus pais administravam 98%. A segunda empresa pertencia apenas à Larissa e foi aberta quando ela tinha 19 anos. No entanto, uma cláusula autorizava os pais a tomarem decisões sem autorização da filha. “Eu era a única sócia, mas eles eram 100% administradores dessa empresa. Então, por isso que eu era só comunicada. Eles podiam decidir, assinar e se comprometer por mim”, relatou a jovem. Uma terceira empresa foi fundada em 2022 e visava reunir todo o patrimônio da atriz, o que nunca aconteceu, segundo ela.

Ao todo, em 18 anos de carreira, Larissa tem um patrimônio estimado em R$ 18 milhões. No entanto, ela deixou tudo para seus pais, que tiveram que ser notificados extrajudicialmente sobre o distrato das sociedades. “A minha decisão de abrir mão de todo o meu negócio é porque eu tenho a plena certeza de que o meu caminho, ele vai me trazer grandes conquistas. Eu tenho só 22 anos. Eu tenho a plena consciência de que essa minha escolha é pra dar o conforto necessário para os meus pais”, explica a jovem. Ela também desabafou, dizendo que jamais deixará de amar os pais e classificando seu atual momento como mais difícil da sua vida. “Esse momento em que eu me encontro hoje é o mais difícil da minha vida. Sabendo que essa ferida, ela tá cicatrizando. E que os meus pais jamais vão deixar de ser os meus pais. Jamais vou deixar de amá-los”, diz.

Segundo a reportagem, em nota, a defesa dos pais da atriz disseram que Larissa faltou com a verdade ao dizer que não sabia qual era seu percentual na empresa Dalari e que ela assinou uma alteração contratual que deixava claro o percentual de 2%. Os advogados também negaram que a atriz não teria acesso ao dinheiro no dia a dia e que ela sempre usou cartões de crédito. A defesa diz ainda que Larissa se recusa a falar com a mãe e não responde o pai, e revela que os pais classificam como lamentável a opção de Larissa pelo afastamento.





Jovem Pan

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!