Barra do Garças – MT – 4 de março de 2024
Barra do Garças – MT – 4 de março de 2024

Dino nega acesso a imagens de invasão no dia 8 de janeiro pedidas pela CPMI


O ministro da Justiça e Segurança Pública Flávio Dino negou acesso às imagens da invasão dos prédios públicos de Brasília à CPMI do 8 de Janeiro, que investiga a invasão às sedes dos Três Poderes. O ministro alegou que apenas a Justiça pode conceder informações que fazem parte de uma investigação criminal em andamento e que, por isso, a via para solicitar esse tipo de informação seria o Poder Judiciário. A CPMI do 8 de Janeiro solicitou o material para trazer maior robustez para as investigações que o Congresso Nacional está fazendo sobre as invasões. As imagens de câmeras de segurança do Palácio do Planalto foram disponibilizadas para a CPI através de uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão de Dino repercutiu no meio político. O senador Sergio Moro (União-PR) usou as redes sociais para dizer: “O STF forneceu à CPMI do 8 de Janeiro as imagens gravadas pelas suas próprias câmeras de segurança. O Planalto forneceu as suas gravações até à imprensa. Já o Ministério da Justiça, esse não pode fornecer…”. A CPMI do 8 de Janeiro retomará as atividades nesta terça-feira, 1º, co a oitiva do ex-diretor-executivo da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Saulo Moura da Cunha.

Confira reportagem na íntegra:

*Com informações da repórter Iasmin Costa

Fonte: JP



jornaldematogrosso

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!