Barra do Garças – MT – 12 de julho de 2024
Barra do Garças – MT – 12 de julho de 2024

Governo de Mato Grosso já executou mais de 20% das obras da rede de distribuição de gás natural – rss


Iniciada em novembro deste ano, com previsão de entrega em julho de 2023, mais de 20% (seis quilômetros) das obras da rede de distribuição de gás natural, que irá abastecer as empresas do Distrito Industrial de Cuiabá e seu entorno, já foram feitas. O investimento do Governo de Mato Grosso, no valor de R$ 33,2 milhões, beneficiará cerca de 260 empresas.

Na construção, estão sendo adotadas tecnologias que minimizam os impactos ambientais, por meio de perfuração direcionada, que reduz a abertura do asfalto em 95%, evitando sua danificação e obstrução de ruas e avenidas, transtornos à população e gerando economia aos cofres públicos.

Segundo o presidente da MT Gás, Rafael Reis, a rede, cujo trajeto começa nas proximidades do Atacadão do Tijucal com destino ao Distrito Industrial, abastecerá as industrias a serem beneficiadas com o volume estimado em 4,8 milhões de metros cúbicos por mês.  

“Esta nova matriz energética, além de limpa e econômica, reduz impactos logísticos e a emissão de poluentes, ao substituir combustíveis como lenha/cavaco por gás natural. “Outro benefício do gás natural é por ter custo inferior em relação ao GLP (gás liquefeito de petróleo), gerando uma economia de cerca de 50%”, ressalta.

Ele acrescenta que o Governo do Estado, por meio da MT Participações e Projetos S.A(MT-PAR) e a Companhia Mato-Grossense de Gás (MT- Gás), vem investindo na implementação do gás natural vindo da Bolívia nas indústrias, com o objetivo de reduzir os impactos sociais e ambientais.

A rede de distribuição é esperada há décadas na região e trabalhamos muito para que esse sonho saísse do papel. É um projeto que vai baratear os custos das empresas, atrair novos investimentos e, o mais importante, gerar novos empregos. Vai tornar a baixada cuiabana mais competitiva, principalmente para as indústrias”, afirmou o governador Mauro Mendes, durante o lançamento do edital para a sua construção, em junho deste ano.  



GOV

Últimas notícias

Gostou? então compartilhe!